fbpx
aparecida do norte na pandemia

Aparecida: como a capital católica do Brasil vem se preparando para receber fiéis na pandemia

No altar, bíblia aberta, velas acesas e álcool gel à mão. Sem máscara, só o Padre com a tradicional vestimenta, mas só quando chega ao altar para rezar a missa. Aparecida, destino que reúne fiéis de todo Brasil, com duas datas confirmadas para 2021, sofreu modificações para continuar recebendo pessoas depois da pandemia do novo Coronavírus.

Para te deixar tranquilo e a par das novas modificações do Santuário, nós reunimos aqui, tudo que você precisa saber antes de embarcar para Aparecida.

Renovar os votos de fé agora acontece com atenção redobrada

Depois de históricos 133 dias com o templo fechado, o Santuário Nacional de Aparecida, o maior templo mariano do mundo, retomou, ainda no ano passado, as suas missas presenciais seguindo normas propostas por autoridades religiosas e sanitárias. 

Entenda as novas normas 

Segundo o padre Catalfo, reitor do santuário, a partir de agora quem visitar a Basílica deve seguir um protocolo de segurança. “Nossa perspectiva é de sempre proporcionar aos fiéis o cuidado com a saúde, seguindo as normas, não só do governo estadual e da prefeitura, mas também apresentadas pela Conferência Nacional dos Bispos do Brasil.”

Para começar, devido às regras de distanciamento social, o público é limitado e as celebrações vão continuar acontecendo também pelos meios de comunicação da Rede Aparecida.

O uso de máscaras é indispensável e deve ser utilizado durante todo o passeio e durante todo o rito. Na parte interior do templo, sinalizações indicam os assentos, que comportam, agora, duas pessoas por banco sentadas em extremidades opostas. 

A entrada do público, que acontece por ordem de chegada, só é permitida após a checagem de temperatura e da higienização das mãos. 

A higienização da Basílica, também, leva atenção redobrada. Fora os horários das missas diárias, não é possível ingressar na Basílica, que fica fechada para higienização. Neste período, após a saída dos fiéis, acontece a bênção dos objetos e aspersão com água benta na tribuna Papa Bento XVI.

Assim como os fiéis, os padres tiveram a sua rotina alterada nos últimos meses

Os cuidados não acontecem apenas durante as missas e com o templo, mas também com as casas onde residem os padres. De acordo com o sacerdote José Ulysses da Silva, que é porta-voz do Santuário Nacional, cada morador tem um apartamento individual e, nas áreas comuns, como o refeitório, o distanciamento tem sido feito. 

Com algumas mudanças e um pouco de cuidado, dá para viajar e conhecer Aparecida, sem preocupação. Pronto para embarcar em mais uma viagem extraordinária? Nos vemos a bordo!

Compartilhe essa história

Share on facebook
Share on google
Share on twitter
Share on linkedin
Share on pinterest
Share on print
Share on email

Quer receber novidades sobre nossos roteiros turísticos?

Assine nossa newsletter e receba informações sobre promoções, novos roteiros, dicas de viagem e muito mais. Tudo relacionado à viagens de turismo. Prometemos não fazer spam. ;)

    Scroll to Top
    WhatsApp Spazzinitur

    Olá! Escolha abaixo com quem você deseja falar.